A diferença entre dívida boa e dívida má

Diferenciar dívida boa de dívida má é simples. Uma adiciona dinheiro à nossa carteira, a outra retira.

A dívida é algo que toda a gente deveria ter medo mas existe uma grande diferença entre dívida boa e dívida má. Primeiramente, a dívida boa é uma dívida em que sai dinheiro da tua carteira mas volta em maior valor, ou seja,  sabes alavancar a mesma com a finalidade de ter resultados capitais significativos. Em contraste, a dívida má simplesmente retira dinheiro da tua carteira.

De forma a pagar dívidas mais rápido, tens que reduzir os teus custos. Se tomares 7 passos para viver abaixo das tuas possibilidades, poderás poupar muito mais dinheiro do que pensas.

Exemplos de boa dívida

Existem vários tipos de boa dívida, alguns exemplos são os seguintes:

  • Uma empresa comprar outra empresa;
    • Embora esta tenha que ficar em dívida para efetuar o mesmo, após integrar a “competição” irá ter ganhos substanciais.
  • Uma pessoa comprar uma casa e arrendar a mesma a outra pessoa;
    • Enquanto o inquilino pagar uma renda, vais receber uma quantidade de dinheiro superior ao empréstimo do banco. Ao fim de X anos, a casa é tua e será um ativo durador para o resto da vida. 
  • Educação superior ou cursos;
    • Embora nos tire dinheiro da carteira, o potencial de crescimento é tremendo. Facilita a encontrar um trabalho que pague mais.

Exemplos de má dívida

Alguns exemplos de má dívida são:

  • Um novo carro que não precisas;
    • Mal sais do stand, o carro já depreciou o valor entre 10 a 40%. É triste e verídico. Queres mesmo ficar a pagar um carro novo durante 10+ anos em vez de comprar um em segunda mão?
  • Umas férias que não consegues pagar;
    • Queres mesmo umas férias luxuosas para Fiji (eu quero) que não consegues pagar e ficar a pagar mensalmente um valor elevado ao banco?
má dívida cartões de crédito

Algumas coisas que podes fazer para evitar a má dívida é acumular dinheiro todos os meses até ter o valor requerido em vez de pagar a crédito / pedir empréstimos. Empréstimos pessoais são sempre caríssimos. Visto que os TAEGs (Taxa anual de encargos efetiva global) são elevados, irás sempre pagar 9% a mais do valor definido.

Se tens má dívida na tua vida, tenta a remover o mais rápido possível. Se deixares os juros acumularem, vais pagar os mesmos para o resto da tua vida. Este tipo de dívida tira dinheiro ao presente e ao futuro.

Cashflow positivo

Acima de tudo, o mais importante no controlo das dívidas é manter o teu Cashflow positivo.

cashflow positivo

O objetivo é sempre entrar mais dinheiro do que sai. Até parece simples.

O exemplo do Middle Class conforme a inflação de estilo de vida, vai acumulando mais passivos (carro novo, casa nova, compras luxuosas) e vai sempre precisar de mais dinheiro para pagar os mesmos.

Enquanto uma pessoa tem má dívida, nunca será financeiramente independente. Portanto, ser financeiramente independente só será possível quando os nossos ativos produzem mais dinheiro do que as nossas despesas.

Qual dívida pagar primeiro?

Se tens dívidas para pagar, existem 2 maneiras de o fazer, indicadas pelo Dave Ramsey:

  1. Avalanche, em que pagas as dívidas com juros mais altos primeiro para tratar dos casos mais preocupantes;
  2.  Snowball, em que pagas as dívidas mais baixas primeiro para ter motivação para despachar as outras.
dívida bola de neve e dívida avalanche

Muitas pessoas preferem a segunda opção, pois ao ver dívidas a desaparecer ficam com esperança de limpar todas as outras. 

Se tiveres dívidas, incorpora as mesmas no teu orçamento, na secção de Necessidades.

Em suma, se não tens autocontrolo, não arranjes um cartão de crédito. Se tiveres cuidado com as tuas compras, existem benefícios em ter cartões de crédito. Alguns são kms nas tuas viagens de avião ou “cashback” sempre que fazes uma compra. Se queres usufruir destes tipos de benefícios, apenas faz compras que consigas pagar e faz o pagamento a 100% no dia definido.

2 pensamentos no artigo “A diferença entre dívida boa e dívida má

  1. Nos anos de 1940 na casa do meu pai ,assisti uma conversa onde deveriamos decidir se comprar um carro o um caminhão. Meu deixou para nos escolher,mas relatou o seguinte: se optar pelo carro,podemos passear e fazer pequenas viajem isso resulta que cada vez o carro se movimenta sai dinheiro (gasulina,manutenção,etc).Agora se optar pelo caminhão,esse cada vez que se movimenta entra dinheiro, como exemplo frete. Agora voceis decidem.

    1. Ao ser incluído na conversa, por sua vez, já está a aprender e a partilhar responsabilidades na decisão final!
      Embora o carro também possa ser usado para transporte para o trabalho, foi um ótimo momento de aprendizagem.
      Obrigado por partilhares a história e é também um ótimo exemplo de má dívida vs boa dívida: carro vs camião.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *